Oficinas

As oficinas estão entre as atrações da 11ª Mostra de Teatro de Petrópolis. No período em que os jurados estarão avaliando os 10 espetáculos selecionados, o público além de assistir a todos os trabalhos, também poderá participar das oficinas de teatro.  O diretor Paulo de Moraes ministrará a oficina "O Processo de criação", nos dias 16, 18, 23 e 25 de março, sempre às 20h. Já a atriz, que também é uma das juradas, Ilea Ferraz, estará com a oficina "Interpretação", nos dias 20 e 21, às 20h e nos dias 27 e 28 de março, das 10h às 12h. As inscrições para as duas oficinas gratuitas já podem ser feitas pelo site da mostra (www.mostrateatropetropolis.como.br), por meio de email com Nome, Idade, telefone e e-mail para contato e a pessoa precisa também enviar resumidamente sua experiência e solicitando a vaga. \

As oficinas serão realizadas virtualmente pela plataforma Zoom. Os inscritos irão receber o link para acessar para as aulas que terão duração de duas horas em cada dia. Paulo de Moraes vai abordar tudo que se refere ao processo de criação no teatro e todos os alunos ainda receberão um link para assistir aos espetáculos do grupo Armazém. Esse conteúdo vai ser disponibilizado aos participantes para que assistam aos trabalhos que serão base para os debates na oficina. Esta oficina é voltada para profissionais do teatro


Oficinas do Paulo de Moraes - O Processo de criação

Radicado no Rio de Janeiro desde 1998, o diretor Paulo de Moraes acumula um currículo de peso, com indicações e premiações como melhor diretor em seleções importantes como os prêmios Shell, Cesgranrio, Eletrobrás, Molière, Mambembe, APTR, Cultura Inglesa, Contigo, Qualidade Brasil e Faz a Diferença (Jornal O Globo). Foi vencedor no Prêmio Shell 5 vezes, duas como autor com a "Inveja dos Anjos" e "A Marca da Água", duas vezes como cenógrafo em, "Da Arte de Subir em Telhados" e "Hamlet" e uma vez como diretor de "Toda Nudez Será Castigada". No Festival de Edimburgo, na Escócia, Paulo recebeu duas premiações um  por "A Marca da Água" e outra por "O Dia em que Sam Morreu". Além do Brasil, seus espetáculos também já foram apresentados no Uruguai, Portugal, França, Reino Unido, Noruega e China. Foi diretor e professor da Escola Municipal de Teatro, em Londrina e professor de Interpretação da Casa das Artes de Laranjeiras (CAL), no Rio de Janeiro.

 

Oficinas da Iléa Ferraz - Interpretação

Com a atriz Ilea Ferraz, os profissionais de teatro e quem mais tiver interesse pelo assunto, poderão participar da oficina de Interpretação.  Os alunos poderão compartilhar as experiências dessa artista, que pode ser considerada multimídia: atua, canta, dirige, escreve, produz, ilustra, cria e executa projetos cenográficos. Foi indicada ao Prêmio Shell de Teatro, na categoria melhor atriz com o espetáculo " Nunca Pensei Que ia Ver Esse Dia". Participou de importantes festivais de teatro na Europa com o espetáculo "O País dos Elefantes" e apresentou-se em Angola (Luanda e Benguela), com o espetáculo "O Cheiro da Feijoada"

No cinema, dirigiu os  filmes "Dura" e "O Cheiro da Feijoada". Ilustrou diversos livros infanto-juvenis. Em teatro atuou dentre outros nos espetáculos "Os Negros - de Jean Genet", "O Peru" - de George Feydeau, "Dorotéia" - de Nelson Rodrigues, "Hamlet é Negro" adaptação da obra de William Shakespeare e "Besouro Cordão de Ouro", de Paulo César Pinheiro. Entre seus principais trabalhos na TV destacam-se as novelas e minisséries: "Xica da Silva" (Manchete), "A Padroeira" (Rede Globo), "Pacto de Sangue" (Rede Globo), "Tenda dos Milagres" (Rede Globo), "A Turma do Perere" (TV Brasil), entre outros.

 

Inscrições:

Envie um email para informacoes@mostrateatropetropolis.com.br
Com os seguintes dados:
Nome
Idade
Telefone
Email
Um pequeno resumo sobre a experiência e a solicitação à vaga.